Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

Angustiante

 

Primeiro, os factos. A julgar pelas projecções conhecidas, a economia mundial em 2011deverá voltar a crescer acima dos 4%, sintoma de que no essencial a crise está ultrapassada. Mas este crescimento está longe de ser uniforme: os países emergentes apontam para mais de 6%, os EUA para menos de 3% e a Europa do euro para cerca de metade dos americanos. Dentro da Europa, Portugal é dos elos mais fracos.

Depois, as dúvidas. Com um endividamento público de cortar a respiração, e uma boa parte a vencer-se já no próximo ano, ninguém sabe ao certo como vamos amortizá-lo, e muito menos a que preço. E o problema repete-se com as famílias: endividaram-se nos bancos, que se endividaram no exterior, onde agora nos exigem o que não temos para lhes dar. Com um ambiente destes, como vamos descalçar a bota?

A seguir, os riscos. Excepção feita ao Governo, as opiniões são unânimes: há um risco enorme de entrarmos em recessão. Se esta recessão se confirmar, aumentamos o risco de incumprir o défice. E o incumprimento deste tem uma consequência praticamente inevitável: o recurso ao FMI, para que ele nos "ajude". Provavelmente sairemos do euro. E não é de afastar um cenário de perturbações sociais muito graves.

Significa isto que não há nada a fazer? Não. Significa apenas que, para vencermos esta crise, precisamos de nos superar a nós próprios. Os primeiros passos estão dados e são positivos: as 50 medidas do Governo, viradas para o crescimento e a produtividade, sugerem uma vontade férrea de segurar o barco; e a remodelação do Executivo, hoje incontornável, vai ser o passo seguinte. Haja esperança.

O resto são pontos de interrogação. O PR reeleito vai dissolver o Parlamento? O PSD e o PP optam por uma moção de censura? Uma economia em fanicos resiste a todas estas trapalhadas? E, num outro plano, que vai nas cabecinhas iluminadas da dupla Merkel-Sarkozy? Tudo isto aponta para que o ano de 2011 venha a ser decisivo. Vamos vivê-lo intensamente. E a simples vivência vai torná-lo angustiante.
____

Daniel Amaral, Economista


Comentários

1 | 2 | »»

C.Vieira , Boston, USA | 31/12/10 14:35
Estou desapontado por este tom de impotente fatalidade dum comentador normalmente lucido. Haja esperanca...

MR , | 31/12/10 12:48
O melhor é prender a dupla "Trocaste/Teixeira dos Bancos", a vida deles vai correr perigo!

Realista , Porto | 31/12/10 11:26
Pois para mim sabem o que é verdadeiramente angustiante? É ler estes comentarios que tudo reduzem ao governo de Sócrates. Se Sócrates não tivesse sido eleito não teria havido a crise do sub-prime, a Irlanda continuaria a ser o tigre celta. a Espanha na maior, etc. Soluções simples para grandes problemas. Que Deus abençoe estes comentadores.

antioxidante , | 31/12/10 11:20
O ano que aí vem vai ser de uma complexidade tal que é tempo perdido tentarmos fazer previsões. Estamos perante a mudança de vários paradigmas e isso é suficiente para nos deixar expectantes. Quem tem a responsabilidade de governar tem de estar precavido contra os efeitos dessas mudanças e, simultaneamente, definir caminhos. Por isso será difícil que este governo caia e que haja novas eleições legislativas. A oposição, neste momento, é composta por dirigentes pouco carismáticos e com pouca coragem política para enfrentarem uma situação como a que se avizinha. Possivelmente preferem fazer a vida negra ao governo, tratam da sua vidinha e o país que espere...

Para o : lucklucky , | 31/12/10 04:09 , | 31/12/10 11:19
"Os primeiros passos estão dados e são positivos: as 50 medidas do Governo, viradas para o crescimento e a produtividade, sugerem uma vontade férrea de segurar o barco; e a remodelação do Executivo, hoje incontornável, vai ser o passo seguinte. Haja esperança."

Eis a prova, comprovada, que a propaganda do Sócrates resulta, sempre e mais uma vez!
Cumprimentos e bom ano
jc , porto | 31/12/10 10:36
Caro Daniel Amaral, sou leitor assíduo dos seus artigos à mais de 20 anos, e angustiante é o teor do ser artigo, quando diz :"Os primeiros passos estão dados e são positivos: as 50 medidas do Governo, viradas para o crescimento e a produtividade, sugerem uma vontade férrea de segurar o barco; e a remodelação do Executivo, hoje incontornável, vai ser o passo seguinte. Haja esperança." porque com a sua idade e consequente experiencia já deveria saber à muito tempo, que numa empresa,ou Banco, ou País, quando se enunciam 50 medidas é para não cumprir nenhuma !!! Mais, ficou clarissimo para todos os portugueses que este "pacote" foi mais uma jogada de marketing político para Bruxelas...e foi tambem consequencia de uma viagem a Bruxelas...Caro Daniel não temos idade para ser ingénuos...
ef , | 31/12/10 09:59
As proporções a que estamos a chegar a todos os niveis, não augura nada de bom. Andaram a incentivar os "pobres" a viver como "ricos" a gastar num ano aquilo que leva anos a produzir. Aqueles que sustentaram estas mordomias se não lhes derem lucro, deixam de sustentar, ou seja deixam de emprestar. Quando não houver dinheiro sai tudo para a rua para começar a caçar as bruxas e a pendurá-las nos pelourinhos, e toda a gente sabe onde elas moram.

João , Porto | 31/12/10 04:30
Angustiante, diz Daniel Amaral... O que é angustiante a meu ver é a sabujice socrática deste Daniel Amaral, desta gente dos jornais, da banca, da maçonaria,da "academia"... Todos estes falhados que nos levaram ao buraco em que nos encontramos e que continuam a botar faladura, a dar palpites e a falar d'alto connosco.

Sócrates organizou o saque deste país , | 31/12/10 04:27


Daniel Amaral desilude ao tomar-nos a todos por imbecis. Por que é que esta gente xuxialista insiste no kor.rupto incompetente do Sócrates?

lucklucky , | 31/12/10 04:09
"Os primeiros passos estão dados e são positivos: as 50 medidas do Governo, viradas para o crescimento e a produtividade, sugerem uma vontade férrea de segurar o barco; e a remodelação do Executivo, hoje incontornável, vai ser o passo seguinte. Haja esperança."

Se Daniel Amaral acredita que os leitores são tão estúpidos ao ponto de aceitarem o incrível parágrafo acima então estamos ainda em piores lençóis...
Angustiante deversa, a sabujice socrática de Daniel Amaral... , | 02/01/11 04:54


Quem quer ele enganar?

João Alberto , | 01/01/11 19:07

NÃO ENTENDO FOI SÓ AGORA QUE DEU POR ISTO ?

CO , Lx | 01/01/11 18:11
Daniel Amaral, obrigado pelas palavras de um realismo encorajador. Esperemos que inspirem os cidadãos e demais agentes económicos a um pouco mais de racionalidade na altura de tomar decisões.

Já agora, ao ler alguns dos comentários até se poderia julgar que o defunto BPN era dirigido por Socrates e pelos militantes do PS. Desenganem-se, este "banco" era dirigido por Oliveira e Costa secretario de estado dos assuntos fiscais do Prof. Cavaco, acolitado pela nata do PSD incluindo alguns ministros de Santana Lopes. Os factos podem doer mas são indesmentíveis.

Com tais seguidores o melhor voto que se pode desejar a Passos Coelho para 2011 é que "Deus o livre destes ferverosos adeptos" - em nada se distinguem dos "boys" do PS.

Patriota , Porto | 01/01/11 00:31

O Realista das 11h26 escreve 24h/24, sete dias por semana, sempre, sempre a fazer propaganda do inacreditável incompetente "engenheiro" Sócrates que nos levou à falência.
publicado por ooraculo às 18:37
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Regresso ao futuro

. Passos perdidos

. 2013: A vertigem

. O Estado "social"

. O declínio da Europa

. Chover no molhado

. O Estado vampiro

. A escapatória

. OE/2013: a ruptura

. Um país destroçado

.arquivos

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

blogs SAPO

.subscrever feeds